Our Offices & Partners Abroad

For detailed information please click on the offices and cultural centres below. For further information on the headquarters in Zurich please go to: www.prohelvetia.ch

Artist

Olga Koksharova & Luc Müller

Chile | Música

Música

A pesquisa artística de Olga Koksharova & Luc Müller baseia-se na consciência de que a paisagem sonora influencia a forma como ocupamos e percepcionamos um território. Para a sua residência «Seashell Sound», pretendem ir à Terra do Fogo, na Patagónia Chilena, e reconduzir a experiência de criação sonora relacionada com um território num contexto sem demasiados estímulos do mundo humano. Como suporte, gostariam de contar com a pesquisa da etno-acústica e cientista Lauriane Lemasson, que estuda as relações que os povos estabelecem com o seu ambiente sonoro. Há vários anos, ela grava sons na Patagônia e estuda a acústica de certos locais, às vezes com ferramentas muito simples, como uma caixa ressonante de madeira. A partir dos dados recolhidos, consegue reconstruir partes do ambiente e da cultura dos povos indígenas que outrora ocuparam o local. Assim, a residência de Olga e Luc deverá ter uma fase inicial, dedicada à escuta criativa, e uma segunda fase, em que tentarão criar “assemblages polifônicas” com padrões existentes neste território.

Olga Koksharova, nascida na Sibéria e atualmente baseada em Genebra [CH], é uma artista sonora, compositora e musicista. Interessa-se por tudo o que é audível, independentemente do meio. Trabalha com sintetizadores modulares analógicos, instrumentos preparados e fonografia, privilegiando o registo cuidadoso, mas também experimentando em circunstâncias em que o equipamento de gravação é posto à prova. Através da sua pesquisa, a artista explora o som como uma ferramenta que nos permite reinventar constantemente o nosso mapeamento da realidade.

Depois de estudar bateria de jazz em Lausanne, Luc Müller vem explorando os múltiplos caminhos sonoros oferecidos pelos instrumentos de percussão, com foco na improvisação e na experimentação. Através do desenvolvimento de toques não convencionais ou da utilização de objectos com funções heterogêneas, como instrumentos de percussão, procura alargar ou modificar o campo sonoro da bateria. Embora a sua abordagem ao som seja mais acústica, inspira-se muito, através da sua pesquisa artística, na música electroacústica ou eletrônica, bem como nos sons da vida quotidiana.